Pages

A diferença de API, biblioteca e Framework


Assim como explicamos no artigo anterior, “O que são API’s?”, informamos agora em uma pequena definição, que API funciona através de comunicação entre diversos códigos, definindo comportamentos específicos de determinados objetos em uma interface.


Uma documentação que determina como o programador pode realizar uma tarefa através de uma biblioteca. Isso nós aprendemos no artigo anterior, mas então vamos aprender qual a diferença entre um API, uma Biblioteca e um Framework.

API

Para o uso de uma API, é exigido muito cuidado, pois algumas vezes ela é de regras instáveis, ou seja, mudam facilmente, principalmente quando são de uso público. Mas essas não são API's muito comuns. Apesar de existirem API’s  sem documentação, ou API’s mutáveis, em sua grande maioria, as API’s são estáveis e bastante confiáveis.

A API é a interface que se comunica com a biblioteca, onde ela busca as regras (frameworks) a serem obedecidas para executar determinada tarefa.

Biblioteca

O conceito de Biblioteca na informática é um conjunto de recursos usado para desenvolver um software. É um conjunto de componentes construídas para que haja reaproveitamento de código. É normalmente uma implementação real das regras de uma API. A Biblioteca costuma ser auto-suficiente.

Nas Bibliotecas existem códigos e dados auxiliares, que criam serviços e programas independentes permitindo o compartilhamento e alteração de códigos e dados de forma modular. A Biblioteca organiza estes códigos para o uso em aplicações. E algumas vezes esta biblioteca pode se transformar em algo tão complexo de se compreender, que acaba se transformando em um Framework.

Framework

É um ambiente para execução de uma aplicação, onde são ditadas as regras de implementação na web. É constituído por um conjunto de API’s e comportamentos específicos, ou seja, um conjunto de Bibliotecas para a execução de uma operação maior. Algumas vezes o termo é utilizado para descrever um conjunto de arquivos de Bibliotecas de códigos ou fontes e até mesmo outros recursos para a aplicação à que são relacionados.

Um framework costuma dar consistência a um conjunto de Bibliotecas. Pode ser bastante útil em certas aplicações, mas pode também trazer certos problemas ao programador que não sabe usá-lo corretamente. Ele pode ser visto como um esqueleto de uma aplicação, pois possuem lacunas que devem ser preenchidas pelo programador para funcionar. Ele toma conta de sua aplicação e cria portas para você acessar o que é importante para sua necessidade.



Por este motivo é que quando alguém tenta explicar o que são estes três termos, geralmente é englobado tudo em um único termo, como a API, para tentar explicar ao leigo o seu significado. Mas se você não sabe o que cada termo significa, e o que faz realmente, fica difícil entender os detalhes de um projeto ao qual você é dependente.
A Integrate criou este artigo na intenção de você, caro leitor, que tem interesse em conhecer melhor estes termos, busque suas informações em nossos artigos. Assim como o artigo anterior, que explicou "O que são API’s" e os artigos futuros que explicarão com maiores detalhes, o que são as Bibliotecas e o que são os Frameworks.

Fique ligado em nosso blog e não deixem de comentar em nossos artigos.

Até semana que vem!




Autor(a): Carolina Cordoval Melo

Carolina Cordoval Melo - Redatora Web - Integrate Software e Technology

Redatora Web pela empresa Integrate Software e Technology especializada em Inbound Marqueting e Marqueting de Conteúdo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário