Pages

O que é e para quê serve uma área restrita?

Uma área restrita em um site também muito conhecida como área de membros, é basicamente uma área com acesso restrito às pessoas que se associam para ter acesso às informações contidas nesta área.

Provavelmente você já se deparou com uma situação onde, para acessar algum conteúdo, é solicitado um usuário e senha. Quando queremos terminar de ler algum artigo, ou quando queremos assistir a um vídeo relacionado ao artigo que estamos lendo, e de repente é exigido um login e senha para continuarmos nossa pesquisa. Isso acontece porque o local é restrito e aquele conteúdo só pode ser acessado pelos membros pagantes ou assinantes.

Uma área restrita (ou área de membros) permite que você crie páginas soltas na internet ou páginas dentro de seu site, que contenham seus arquivos, como textos, vídeos, imagens. Porém, este conteúdo só poderá ser acessado por pessoas que sejam registradas com um login e uma senha. Desta forma você protege seus arquivos e somente pessoas que se cadastraram, pagaram ou se afiliaram ao seu site poderão ter acesso a eles.
Todo e qualquer site ao qual o usuário precise se associar, seja para consumir seu conteúdo ou para utilizar algum recurso, é considerado um site com uma área restrita. Como por exemplo:
  • Sites que oferecem cursos online; costumam hospedar seus cursos em um servidor, vendendo o mesmo para os membros registrados, que ganharão um login e senha de acesso ao curso.
  • Sites que oferecem downloads; costumam oferecer imagens, programas, softwares e vídeos para que o usuário faça um download do arquivo (s) e possa utilizá-los em qualquer dispositivo.
  • Sites de escritório de advocacia; costumam dar acesso a uma área restrita a cada cliente, para que este possa acompanhar todos os dados de seu processo de qualquer lugar ou dispositivo eletrônico.
  • Sites de EAD (Ensino à Distância); costumam fornecer material para o estudo à distância e também fóruns  perguntas e respostas, como também um chat entre os alunos e professores do curso.
  • Sites que oferecem reportagens completas; costumam oferecer uma pequena amostra das notícias (esporte, política, entretenimento, moda etc.), mas exigem uma assinatura para liberar a matéria completa. Um exemplo deste serviço é o Globoplay, canal de entretenimento da TV Globo, que exige uma assinatura para ver o conteúdo completo e conteúdos extras do canal.

Estes são só alguns dos diversos exemplos de uso de uma área restrita utilizadas em alguns tipos de sites.
A área restrita pode ser utilizada para:
  • Criar uma área de cursos online.
  • Criar uma área com arquivos a serem baixados.
  • Criar uma área com distribuição de conteúdos mensais pagos mensalmente.
  • Controlar o número de acessos.
  • Automatizar o processo de entrega de materiais digitais.
  • Garantir segurança do conteúdo disponível.
  • E o que mais sua empresa possa oferecer como um conteúdo restrito a alguns membros.

Uma área restrita não é nada mais que um espaço reservado para que os usuários tenham acesso a algum conteúdo específico.

Para oferecer um conteúdo específico “pago” em uma área restrita é necessário realmente dominar o assunto e não oferecer produtos muito parecidos com produtos já existentes e encontrados gratuitamente na internet, para que seu produto ou serviço valha a pena para os membros solicitantes.
No Brasil, a área restrita em sites ainda é pouco utilizada, diferentemente de países como Estados Unidos que possui diversos sites privados para diferentes nichos de mercado. A Integrate possui uma matriz no Brasil e uma filial nos Estados Unidos e oferece este tipo de serviços para diferentes tipos de mercado.
Ofereça um produto ou serviço específico aos seus clientes de forma a garantir um maior aproveitamento deste usuário através de uma área restrita. Conheça nossos serviços em nossa Central do Cliente


Autor(a): Carolina Cordoval Melo

Carolina Cordoval Melo - Redatora Web - Integrate Software e Technology

Redatora Web pela empresa Integrate Software e Technology especializada em Inbound Marqueting e Marqueting de Conteúdo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário