A internet das coisas

 
A interação e conexão entre diferentes tipos de equipamentos à internet são chamadas de Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT, em inglês). Com objetivo de revolucionar nosso estilo de vida. Entenda como e porque, neste artigo.

Com “Coisa” em internet das coisas, queremos dizer que pode ser qualquer objeto natural ou construído pelo homem, como; uma pessoa com uma pulseira de monitor cardíaco, um caro om sensores de estacionamento, uma geladeira que avisa quando se deve repor algum alimento, etc. Atualmente as tecnologias da internet das coisas envolvem dispositivos conectados a aplicações por meio da internet.
É uma tendência a fim de conectar eletrônicos utilizados no dia-a-dia à internet. Ou seja, uma nova tecnologia por meio da qual, a partir de regras técnicas, os equipamentos (hardwares) trocam informações e comandos entre si e conosco, fazendo com que determinada ação seja executada.
Atualmente, já é possível, por exemplo, automatizar toda a sua casa e controlá-la por um tablet. Eventualmente você nem precisa controlar as coisas. Os objetos podem simplesmente reagir à sua presença. Cidades podem espalhar sensores para monitorar a temperatura, a velocidade do vento, a umidade e qualidade do ar, e essas informações podem ajudar na previsão do tempo, por exemplo.
Um automóvel pode comunicar-se com outro diretamente, avisando-os de um engarrafamento, ou mesmo de uma freada brusca ou acidente. Você pode usar objetos como relógios ou roupas para monitorar constantemente seu pulso ou outras medidas do seu estado de saúde e avisar seu médico automaticamente em caso de problemas.
Há realmente tantas possibilidades, que é difícil escolher quais enumerar os exemplos. Esta evolução da internet tem realmente muitas possibilidades promissoras e é muito bem vinda!
As empresas enxergam uma grande oportunidade no uso da IoT, e acreditam que a tecnologia ajuda a melhorar o relacionamento com os clientes, além de impulsionar o crescimento do negócio. A estimativa inicial é que o ecossistema da internet das coisas movimente US$ 13 bilhões até 2020 no Brasil.
Infelizmente as tendências mostram que a internet das coisas ainda não está pronta para uma implantação em massa e que este mercado crescerá em um ritmo mais lento do que o previsto. Mas aos poucos ela se tornará vital para a experiência dos consumidores. E até lá ainda veremos muita novidade por aí.


A Integrate também acredita na internet das coisas e em seus benefícios. Ficaremos de olho nas novidades deste setor, e como sempre, manteremos nossos leitores em dia com as informações em nosso blog.

Em caso de dúvida entre em contato pelo telefone (31)3344-8177 e conheça os serviços que oferecemos em nossa Central do Cliente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário